O melhore sentimento e se sentir livre ! #COMIGONÃO

18:34




Hoje o assunto é muito sério moças a violência contra mulheres.  Nós sabemos que muita coisa ruim acontece atualmente no brasil, mas esse assunto em especial toca com mais força na gente por sermos mulheres, por imaginarmos a nossa vida nas mesmas tristes condições que várias outras mulheres estão.
Sete em cada dez mulheres já sofreu ou vai sofrer uma situação de agressão, seja ela física ou psicológica, ou ate sexual em algum momento da vida. Destas mulheres, a grande maioria jamais vai falar sobre este assunto, levando consigo cicatrizes irreparáveis, dolorosas, mas invisíveis aos nossos olhos.
Está na hora de dar um basta nisso! Precisamos ser respeitadas e toda a sociedade precisa abraçar esta causa não acha? Entender a seriedade do assunto e mudar essa cultura de desvalorização da mulher de uma vez por todas.

Estamos acostumadas a ouvir falar que ‘Grandes Homens’ construíram a sociedade da maneira como a conhecemos e talvez seja esse o nosso erro: acostumar-nos com isso.
Primeiro porque estamos cansadas de saber que muitas mulheres (MUITAS MESMO) tiveram papel fundamental ou protagonizaram vários acontecimentos, descobertas e invenções da humanidade. Segundo porque uma sociedade construída por ‘Grandes Homens’ obviamente vai sempre achar natural que os homens tenham privilégios, direitos ou funções que os diferenciem de nós, mulheres. E isso não é certo.
Homem ou Mulher, somos iguais em direitos, deveres e, principalmente, merecemos o mesmo respeito.


Pensando sobre o quanto isso reflete no dia a dia das mulheres, dá para concluir o seguinte: Somente no dia que uma mulher não precisar mais temer andar sozinha nas ruas à noite, por exemplo, ou quando uma mulher tiver liberdade o bastante para entrar em uma festa, no metrô, em um evento qualquer, com a roupa quiser e, de forma alguma, ser julgada, abusada ou minimizada por isso, aí sim teremos conquistado nosso lugar de direito na sociedade. Reconhecidas, respeitadas e, principalmente, em pé de igualdade com os homens.
Vamos ter certeza de que a mulher é valorizada da maneira que merece quando todas nós não precisarmos mais chorar, caladas, nossas cicatrizes – físicas ou não – causadas por homens que nunca nos deram o devido respeito e valor. E se nesse caso falar em primeira pessoa pode soar um pouco estranho, você pode ter certeza que existe alguma mulher muito perto que vive ou viveu casos de abuso ou agressão que ela jamais vai esquecer – e talvez nunca vá te contar, também!
Teremos essa certeza quando, de forma geral entre as mulheres, o homem deixar de ser visto como uma figura ameaçadora. Ainda há muito caminho pela frente! E o apoio de cada uma de nós é mais do que essencial. 

Mas, como podemos conseguir mudar algo que, mesmo de forma muito negativa, está associado à nossa Cultura? 
É muito importante compreender que a denúncia dos abusos aos órgãos responsáveis é o primeiro passo para esta mudança. Discando 180 você tem um canal direto junto aos centros de apoio à mulher e mantem sua identidade anônima. 
Mudar nossa mentalidade para entender o quanto esse tipo de coisa é séria também é importantíssimo. A mulher precisa se ver da maneira como ela realmente é: merecedora de mérito por suas conquistas, respeito por parte da sociedade e proteção por parte do Estado. 
É preciso entender sobre as situações que acontecem com tantas mulheres e, se algum dia qualquer coisa parecida acontecer com você, tenha forças para não aceitar, para não se subjugar ou submeter a algo que você não quer! Muita coisa ruim já aconteceu para que fiquemos caladas sem dizer “comigo não!” em situações de abuso ou falta de respeito.
A Specialità Lingerie, criadora da campanha COMIGO NÃO, e todos os blogs parceiros que estão abraçando esta ideia de proteção e valorização à mulher, acreditam que o respeito seja a grande arma de enfrentamento a este tipo de violência. 
Foi assim que nasceu a ideia da campanha #COMIGONÃO logo que fui convidada ja abrasei esta causa de coraçao pois ja conheci uma vitima deste tipo, a campanha que tem como objetivo mostrar às mulheres o seu poder, sua beleza, seu grande valor perante a sociedade e, principalmente, a sua capacidade de mudar os caminhos de sua vida, quebrar as correntes da opressão e se libertar para uma nova realidade. 
O grito de guerra dessas mulheres é esse: Comigo Não! 
Comigo não, porque a vida de uma mulher, seu corpo e seu destino, não pertencem a ninguém a não ser ela mesma.
Comigo não, porque nenhuma mulher merece sofrer maus tratos de homem algum.
Comigo não, porque é necessário força e coragem para vencer o medo e transformar uma realidade assustadora em algo que fique para sempre no passado.
Apoie esta causa! 
Conheça a campanha #COMIGONÃO:
Sobre a campanha e sobre quem a apoia:
www.specialitalingerie.com.br/comigonao
www.specialitalingerie.com.br/comigonao
www.facebook.com/comigonao


Posts sujeridos por ju margarida

20 comentários

  1. Ótima conscientização!
    Bjs – Su
    www.rosachiclets.com.br

    ResponderExcluir
  2. Muito bom! Eu não consigo suportar aquelas mulheres que vivem como se fossem presas, porque o marido não deixa fazer nada, como se fossem propriedades exclusivas deles. Amei o post!

    Tem post novo no
    Fashion Maniac Brazil

    ResponderExcluir
  3. Muito interessante seu texto,curso Direito e estudo casos de violência que são inacreditáveis.Temos que
    buscar nossos direitos.Bjos

    Anelina Ramos

    ResponderExcluir
  4. Olá Juliana!!
    Por um mundo com mais amor, menos demagogia e muito mais ações como esta!!
    Beijos mil e ótimo final de semana pra ti! =)
    www.deliciasdavodeo.com.br

    ResponderExcluir
  5. Muito bom seu post!!!
    Campanha apoiada.

    ótimo fim de semana.

    http://glamourosasderosa.com/

    ResponderExcluir
  6. Ótima campanha! E acho que essa coisa de direito das mulheres tem tomado grandes proporções, o que é maravilhoso. E todos devem apoiar essa campanha.
    Obrigada por comentar no meu blog!

    http://colorful-mushrooms.blogspot.com.br/

    Beijoos ;*

    ResponderExcluir
  7. Concordo com tudo, essa parte "Pensando sobre o quanto isso reflete no dia a dia das mulheres, dá para concluir o seguinte: Somente no dia que uma mulher não precisar mais temer andar sozinha nas ruas à noite, por exemplo, ou quando uma mulher tiver liberdade o bastante para entrar em uma festa, no metrô, em um evento qualquer, com a roupa quiser e, de forma alguma, ser julgada, abusada ou minimizada por isso, aí sim teremos conquistado nosso lugar de direito na sociedade." eu tava conversando com uma amiga hoje. O quão é ruim vc sair na rua com um shortinho e não ser respeitada. Como se uma roupa te desse um titulo.

    ps: que bom que vc voltou

    Beijos Amora
    Amoras com Classe

    ResponderExcluir
  8. A liberdade é a confirmação da nossa ciência de quem somos... Quando descobrimos quem somos em Deus e o que sonhamos como mulheres, alcançamos uma liberdade real, que ninguém rouba. Parabéns pelo post. Seguindo seu blog. Beijos.

    www.assuntosdemulheres.com

    ResponderExcluir
  9. Fico feliz em saber que tem muita gente abraçando essa causa. É sempre bom conscientizar as pessoas que violência é crime.
    Beijos,
    www.hitsdomomento.com

    ResponderExcluir

Domínio para um blog responsivo

Loja virtual completa e barata